Portuguese English Spanish
Portuguese English Spanish
Redes

Blog

Alergia em cães e sua relação com a primavera

-

A primavera chegou, e com ela os dias ficam mais alegres e floridos. A vontade de sair e aproveitar melhor nosso tempo aumenta. Há uma agradável atmosfera de renovação e inspiração nesta época do ano. Os passeios com os pets se tornam mais frequentes e o ar refrescante prolonga nosso momento ao ar livre. Afinal, quem não aprecia os encantos que a primavera nos proporciona? Mas será que a primavera pode provocar alergia em cães?

A resposta para essa pergunta, infelizmente, é sim. A primavera pode provocar alergia em cães porque é uma estação chuvosa e úmida que transita entre o inverno e o verão. Por isso, é exatamente neste período que começam algumas manifestações de alergia nos pets. Eles ficam sensíveis à presença de pólen, fungos e bactérias que se proliferam com o aumento da umidade do ar primaveril.

Sintomas de alergia em cães

É importante acompanhar de perto quaisquer manifestações de desconforto que o animalzinho apresente como:

  • Coceira;
  • Lambedura;
  • Queda do pelo;
  • Vermelhidão na pele e/ou nos olhos;
  • Caspas;
  • Inchaço nas patas e nas dobrinhas;
  • Manchas escuras na pele.

Geralmente, é possível reconhecer quando a coceirinha faz parte de um hábito do cãozinho e quando ela passa dos limites, digamos assim. Neste caso, o melhor a se fazer é consultar com o veterinário, pois quanto mais cedo você identifica o problema mais rápido consegue solucioná-lo. Além de evitar que seu bichinho de estimação desenvolva um processo inflamatório grave.

Recorrer à internet na busca por respostas e remédios caseiros para o problema alérgico até pode ajudar, mas apenas o médico veterinário é capaz de avaliar corretamente o problema e indicar o tratamento mais adequado para cada de tipo de alergia. Acredite, as causas podem ser inúmeras, mas vou apresentar pra você os três problemas de alergia que mais afetam os cachorros na primavera: pólen, fungo e bactéria.

Alergia em cães causada por fungos

A alergia causada por fungos costuma acontecer devido à falta de ventilação e excesso de umidade na casa e, consequentemente, no cantinho que o cachorro costuma ficar. Como na primavera, o tempo fica chuvoso, é normal mantermos portas e janelas fechadas, mas isso deixa a casa úmida e abafada. Nessas condições, o fungo encontra o cenário ideal para se multiplicar.

É muito importante ficar de olho no aparecimento de mofo na nossa casa porque ele é prejudicial à saúde dos pets (e a nossa também). Além de ser um dos principais causadores de alergia canina. Alguns dos sintomas mais comuns de uma alergia por fungo na pele do cachorro são:

  • Coceira intensa;
  • Excesso de oleosidade na pele e pelos ressecados e sem brilho;
  • Pele avermelhada;
  • Inchaço nas regiões afetadas;
  • Manchas escuras na pele;
  • Queda do pelo;
  • Caspa.

Alergia em cães causada por pólen

O pólen é umas das principais causas de alergia durante a primavera, causando irritações e reações inflamatórias na pele e nos olhos de cãezinhos mais sensíveis a ele. Isso porque muitos cachorros já são alérgicos ao pólen, mas eles manifestam a alergia na primavera porque a quantidade de pólen neste período é muito maior que nas outras estações do ano. Afinal, a primavera é a época das flores.

Existem alguns sintomas que podem te ajudar a identificar se é o pólen o causador da reação alérgica no seu amigo de patas:

  • Vermelhidão nos olhos e na pele;
  • Queda do pelo;
  • Vergões ou urticária na pele;
  • Conjuntivite alérgica;
  • Espirros constantes;
  • Coceiras;
  • Irritabilidade;
  • Lambidas;
  • Mordiscadas.

Alergia em cães e infecção bacteriana na primavera

Como alguns cachorros costumam ter alergias na primavera, eles também podem apresentar um aumento exagerado do número de bactérias que eles têm naturalmente no corpo porque a alergia desequilibra o organismo do pet. Neste caso, a infecção bacteriana é um sintoma da alergia, ou seja, a alergia causou a infecção bacteriana. Então, se o seu cãozinho apresentar sinais de que está com este tipo de infecção, você provavelmente terá que tratar a alergia e a infecção ao mesmo tempo.

Em geral, os sintomas de uma infecção bacteriana são:

  • Coceira;
  • Feridas;
  • Pústulas (bolinhas de pus);
  • Conjuntivite bacteriana;
  • Pus nos ouvidos;
  • Mal cheiro nos ouvidos e no corpo;
  • Regiões do corpo avermelhadas;
  • Falhas na pelagem.

Como você pode notar, os sintomas da alergia, neste caso, se misturam aos sintomas da infecção bacteriana, por isso é um pouco mais difícil para nós tutores saber diferenciar os dois. Então, só o médico veterinário vai poder afirmar qual é o problema exato que seu peludinho está enfrentando. Mas, você ainda pode investir em prevenção e cuidados para a pele alérgica do seu cão. E se você precisar levá-lo ao médico e souber informar os sintomas ajuda o médico veterinário a chegar no diagnóstico.

Como prevenir e amenizar alergias em cães

Existem alguns cuidados e precauções que você pode ter para amenizar a ocorrência de quadros alérgicos ou de torná-los menos agressivos para o cão como:

  • Investir em cremes hidratantes que não necessitem de enxágue porque eles prolongam a hidratação da pele;
  • Incentivar a ingestão de líquido pelo bichano;
  • Garantir que o pet está se alimentando adequadamente;
  • Deixar seu antipulgas em dia.

Para fazer com que o cachorro beba mais água você pode investir em fontes de água porque elas purificam e deixam a água mais fresca e mais convidativa pro cãozinho beber. Hoje em dia existem diferentes tipos de fontes disponíveis. É só você escolher uma que te agrade mais. Dê uma olhada no site da Plast Pet para conhecer o modelo de Fonte Petit, é bem prático, fácil de lavar e tem de várias cores.

Os benefícios do banho para alergias em cães

Outra dica bem interessante é aumentar a quantidade de banhos do cachorro durante a primavera. Dois banhos por semana ajuda tanto na higiene quanto na remoção das substâncias alérgenos que estejam presentes na superfície da pele do bichano. Utilizar um shampoo antisséptico, além de ajudar a tirar da pelagem os causadores de alergia, diminui os sintomas da infecção bacteriana, amenizando a vermelhidão e a coceira característica da alergia. Na falta do antisséptico você pode usar qualquer outro shampoo veterinário.

É interessante você saber que o banho pode não resolver todos os problemas de alergia do seu cachorro, mas ele tem vários benefícios para oferecer. Em alguns casos ele vai trazer alívio pra pele do cãozinho e em outros ele pode curar a alergia. De qualquer jeito, o banho só vai trazer benefícios para seu pet. Entre eles:

  • Alívio da coceira;
  • Remoção de bactérias;
  • Eliminação de fungos;
  • Eliminação das substâncias causadoras de alergia;
  • Restabelecimento da barreira cutânea.

Bom, essas são algumas dicas que poderão ajudar você e seu cachorro a aproveitar melhor esta linda estação que, infelizmente, pode sim provocar alergia em alguns cães. Mas saiba que você não está sozinho, todos nós que temos bichinhos já passamos por um problema de alergia com eles, e tudo que queremos é vê-los bem e curtindo a vida. Então, aproveite as dicas e a primavera com seu cãozinho. Afinal de contas, uma alergia não deve impedir você e seu companheiro de quatro patas de saírem de casa para curtir momentos ao ar livre numa das épocas mais agradáveis do ano. E fique de olho nas postagens da Plast Pet que sempre traremos dicas interessantes para compartilhar com vocês.

Compartilhar: