Alimentação canina: importância e cuidados2 min de leitura

Alimentação canina: importância e cuidados

Estamos sempre buscando uma melhor qualidade de vida, seja fazendo exercícios ou comendo frutas, verduras e saladas numa frequência adequada. Com os cachorros não deveria ser diferente. A alimentação canina ideal é um assunto de muita importância e exige alguns cuidados.

A escolha da ração, a quantidade por porção e os horários para se alimentar, por exemplo, contribuem para a saúde dos cães. Manter uma dieta equilibrada auxilia a monitorar o peso e possíveis doenças.

Frequência de alimentação

Uma das dúvidas mais comuns na hora da alimentação é saber quantas vezes ao dia o cachorro pode comer. Em entrevista para a Petz, a Dra. Cláudia Centinari – médica veterinária da empresa – tirou algumas dúvidas sobre o assunto e recomenda que:

  • Filhotes de até 8 semanas: alimentados apenas com leite materno;
  • Entre 2 a 4 meses: ração, 4 vezes ao dia;
  • Dos 4 a 8 meses: ração, 3 vezes ao dia;
  • A partir dos 8 meses: ração, 2 vezes ao dia.

Em relação a quantidade, você pode seguir as instruções nas embalagens das rações ou consultar um veterinário. Caso o seu cão tenha algum problema de saúde, por exemplo, a dieta precisa ser elaborada por um profissional.

Alimentação canina: alimentos proibidos

Alimentação canina: importância e cuidados
Alimentação canina: alimentos proibidos

Os cães costumam ter o estômago mais sensível, em relação aos humanos. Por esse motivo, alguns alimentos podem fazer muito mal a eles. Como por exemplo: chocolate, cebola, alho, uva ou passas e, até mesmo, carne crua.

Dentre todos, o chocolate precisa de uma atenção redobrada. Ele é composto por uma substância conhecida como metilxantina (teobromina e cafeína) que é altamente tóxica para os cachorros. Por isso, evite oferecer ao seu pet. 

A ingestão do chocolate pode provocar vômito, diarreia, náusea, arritmias cardíacas e incontinência urinária. Inclusive, em casos mais graves, pode levar à morte.

Petiscos

Oferecer petiscos ao seu cachorro é uma ótima pedida para incrementar a alimentação, dar um sabor a mais na dieta e recompensar por um bom comportamento ou durante o adestramento.

Entretanto, os petiscos não podem substituir a ração porque não contém todos os nutrientes que os cães precisam. Por isso, vale lembrar que excessos fazem mais mal do que bem. É preciso ter cuidado para não desequilibrar a alimentação.

Um cachorro bem alimentado está pronto para encarar qualquer desafio, seja correr pelo parquinho ou encher seu tutor de amor, por isso, cuidar de sua alimentação é muito importante e necessário.

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *