Como cuidar do seu gato: dicas para tutores de primeira viagem4 min de leitura

Como cuidar do seu gato: dicas para tutores de primeira viagem

Ter um gatinho em casa é sinônimo de diversão e muita bagunça boa. Eles são brincalhões, alegres e possuem personalidades marcantes. Além disso, ajudam a diminuir o nível de estresse, reduzindo riscos de doenças cardíacas nos humanos, conforme estudo de 2009, realizado pela Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos. Mas como cuidar do seu gato?

Eles podem demorar para criar vínculos com seus tutores porque são territorialistas. Mas, com o tempo, se tornam especialistas em dar carinho, amor e companhia, a não ser que seja a hora da sonequinha: o que acontece com frequência.

Existem muitas vantagens em ter um felino por perto, por isso, separamos algumas dicas de cuidados para os tutores de primeira viagem.

Como cuidar do seu gato: os primeiros passos

Como cuidar do seu gato: dicas para tutores de primeira viagem
Como cuidar do seu gato: dicas para tutores de primeira viagem

Tela de proteção: gatos se adaptam bem em ambientes menores, por isso é a preferência de quem mora em apartamentos. Porém é preciso garantir que o seu lar seja seguro para eles. A tela de proteção é o item fundamental para quem deseja ser tutor de felinos porque ela impede que o gatinho se acidente ou fuja.

Consulta veterinária: depois de adotar ou comprar um filhote, o ideal é levá-lo ao veterinário para saber como anda a saúde do pequeno (isso serve para gatos adultos também). Exames de sangue e sorologia são importantes para detectar e tratar doenças como a FELV (leucemia felina) e FIV (a AIDS felina).

Vermífugo: a vermifugação pode ser iniciada entre 21 e 30 dias de vida do gatinho. Para isso é necessário um exame de fezes. O veterinário responsável, após analisar o exame, irá receitar o vermífugo ideal para o seu novo amigo. Geralmente, o primeiro ciclo de vermifugação é composto por três doses, com intervalo de 15 dias.

Vacinas: assim como o vermífugo, as vacinas só podem ser indicadas pelo veterinário que acompanha o seu bichano. Geralmente, o ciclo de vacinação pode ser iniciado após 15 dias deles na residência. As principais vacinas são: Vacina Antirrábica, Vacina Quádrupla Felina e o Reforço Anual.

Como cuidar do seu gato: separe um cantinho para ele

Alguns itens considerados básicos para o filhote se sentir confortável em seu novo lar:

Como cuidar do seu gato: higiene

Como cuidar do seu gato: dicas para tutores de primeira viagem
Como cuidar do seu gato: higiene

Os gatos têm um sistema próprio de limpeza: a língua. Eles passam boa parte do tempo se lambendo para remover as sujeiras dos pelos Por esse motivo, eles são considerados seres super higiênicos. Cá entre nós, essa independência felina facilita muito a rotina do tutor. Porém, apesar de toda essa higiene, banhos ocasionais mais profundos são necessários.

Entretanto, eles não são grandes apreciadores de água. Por isso, é normal que eles estranhem e se estressem na hora do banho tradicional. Para facilitar, use sempre água morna para evitar doenças e infecções e deixar seu gato mais relaxado.

Além disso, os shampoos devem ser hipoalergênicos para não causar reações ou irritações na pele do seu gatinho. Mesmo assim, ainda teremos gatos que não se adaptam ao banho tradicional. Caso esse seja o seu caso, opte por lenços umedecidos especiais.

Por fim, a higiene bucal também é importante e deve ser introduzida na rotina dos gatos ainda na infância. Existem cremes dentais especiais para animais, por isso, nada de usar aqueles que estão no seu armário do banheiro, combinado?

Cuidar de gatos nem sempre é fácil e, às vezes, pode acontecer uns arranhões ou caçadas de pés embaixo da coberta, mas uma coisa é certa: com cuidado, carinho e paciência, eles serão a sua melhor companhia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *