Dicas para viajar com o seu pet.

24 de abril é celebrado o DIA INTERNACIONAL DO CÃO-GUIA. Que dia em?
24/04/2018
Setembro Vermelho: mês da conscientização dos problemas cardíacos nos pets.
17/09/2018

Nessa semana temos um feriadão, sabemos que muitas pessoas aproveitam para viajar com suas famílias e seus pets. Porém, alguns cuidados devem ser tomados para evitar transtornos para você e o seu animal.

Confira as dicas que separamos para que você tenha uma viagem tranquila.

 

Regras de trânsito

Não leve seu pet solto nem com a cabeça para fora. A regra serve para qualquer raça ou idade. Além de poder causar alguma situação grave, pode acarretar em multa, apreensão do carro e perda de pontos na carteira.

Utilize as caixas de transporte.

É obrigatório levar a carteira de vacinação e um atestado de trânsito emitido por médico veterinário particular (chamada guia de trânsito).

 

Identificação

Essa dica vale para todas as ocasiões, mas em viagens é também muito importante, utilize uma medalhinha/coleira para identificar seu pet. Caso ele se perca fica mais fácil para acha-lo se o nome do seu pet e seus telefones estiverem marcados.

 

Alimentação

Não dê ração ou qualquer tipo de alimento ao cão quatro horas antes do percurso. Para água a regra deve ser uma hora antes. Em caso de felino, o jejum é de duas horas antes do percurso.

Nunca dê comida durante a viagem: isso causa enjoo e altera o sistema digestivo.

 

Paradas

De hora em hora, pare o automóvel e desça com o cão para possíveis necessidades fisiológicas, além disso ele também precisa esticar as perninhas. Dê um pouco de água, é necessário para hidratação.

 

Sentindo-se em casa

Leve acessórios do seu pet para que ele se sinta em casa. Em caso das caixas de transporte, coloque o próprio cobertor do animal como forro para reforçar a ideia da casa.

Mantenha a temperatura do carro ambiente. Nada de ar-condicionado na temperatura mínima.

 

Saúde

Caso seu pet sofra demasiadamente com enjoos, existem no mercado de pet shop calmantes naturais que podem ser usados, porém, antes de fazer uso de qualquer um deles, consulte o veterinário para que ele possa receitar o melhor para o seu bichinho.

 

Fonte: https://bit.ly/2vCqXlW

 

 

Compartilhe

MENUMENU